Prevenção de incêndio em restaurantes

22/06/2022 | Notícias | 0 Comentários

Sistemas de prevenção de incêndio são essenciais em

irestaurantes.

O risco de incêndios em restaurantes, bares e cozinhas industriais é muito alto, visto que estes locais possuem diversas fontes de calor (fornos, fogões, grelhas, fritadeiras, etc.) aliadas a presença de elementos combustíveis variados como óleos, gordura e gases.

Um incêndio na cozinha pode se tornar uma experiência terrível. Uma pequena chama em um aparelho qualquer pode se alastrar por toda cozinha em pouco tempo, danificando toda a estrutura do local e pior ainda, machucando os colaboradores do local. Por esta razão é imprescindível, que os empresários fiquem atentos e instalem sistemas de prevenção de incêndio em suas cozinhas.

A prevenção e combate ao incêndio tem início em um projeto bem estruturado e personalizado, que atenda a todas as necessidades do restaurante e respeite a legislação vigente. É fundamental, que os funcionários do local também estejam bem treinados e saibam como agir em situações de risco, além de colaborarem com a prevenção. Um item de responsabilidade dos usuários da cozinha, e que pode se tornar um agente causador de incêndios, é a sujeira acumulada nos equipamentos. Sem a limpeza ideal em filtros e coifas, uma gota de gordura no local errado pode ser o início de um incêndio.

O sistema de segurança mais adequado para a sua cozinha, dependerá dos equipamentos instalados, tamanho do local e necessidades específicas. São diversos sistemas disponíveis, todos com grande nível de proteção.

Para identificar os itens necessários, a contratação de uma consultoria especializada é a melhor solução. No entanto, elementos como saídas de emergência, sinalização, extintores, detectores, sensores de presença de chama e sprinkles são obrigatórios. Instalados em sistemas de prevenção de incêndio fixos, estes equipamentos protegem os estabelecimentos 24 horas por dia e dependem pouco ou de nenhuma forma da ação humana para acionamento.

Cartilha de Prevenção

Cartilha de Prevenção de Riscos para PMEs , elaborada com base na pesquisa junto aos empresários do segmento, na análise das informações técnicas do Grupo Liberty Mutual, da Associação Americana de Proteção contra Incêndio (National Fire Protection Association – NFPA) e do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo.

Principais dicas abordadas na cartilha:

– Para acender o fogão, muitas cozinhas utilizam palitos embebidos em álcool. No entanto, esse é um dos maiores causadores de incêndios e queimaduras. A sugestão é ligar os fogões com acendedores específicos e seguros;

– Antes de efetuar qualquer operação de limpeza ou manutenção, retire o cabo de alimentação da tomada ou desligue o disjuntor;

– Não utilize cera ou produtos de limpeza com silicone ou materiais inflamáveis, tais como álcool, querosene, gasolina e thinner. É recomendável a utilização de sabão, removedores de gordura ou detergentes, e secar imediatamente após a limpeza;

– Faça a limpeza periódica dos filtros dos exaustores para eliminar as partículas de gordura retidas nos vapores de cozimento;

– Cuidado com as fritadeiras. O óleo quente constitui um risco considerável para os trabalhadores que usam fritadeiras, com a possibilidade de o empregado sofrer queimaduras graves se o óleo ou a gordura não arrefecer antes do manuseio.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *