Portas corta fogo dentro das normas (NBR)

23/11/2023 | Notícias | 0 Comentários

Para garantir a proteção das pessoas que frequentam edifícios corporativos e comerciais, os responsáveis devem aderir rigorosamente às normas regulamentadoras de combate a incêndios, incluindo aquelas relacionadas às portas corta-fogo.

Para atender a tais requisitos, é importante que as organizações desenvolvam um abrangente Plano de Prevenção e Combate a Incêndio, em conformidade com a Norma Regulamentadora nº 23.

Dentro dos parâmetros estabelecidos por essa norma, destacam-se a checagem de saídas de emergência, equipamentos de combate a incêndio, como as portas corta-fogo, extintores de incêndio, sistema de iluminação, além de diversas outras medidas protetivas.

É fundamental estar ciente das normas que englobam todo o sistema de prevenção contra incêndios e compreender os requisitos exigidos para garantir um ambiente seguro.

Portanto continue a leitura para saber mais!

Por que as portas corta-fogo são importantes?

As portas corta-fogos é um dispositivo móvel projetado para manter as rotas de fuga, como corredores, livres do fogo, proporcionando aos ocupantes um tempo adicional para evacuação e facilitando a entrada do corpo de bombeiros.

Além de resguardar a vida humana, essas portas fazem a proteção do restante do edifício, minimizando os danos gerais à propriedade.

Ao evitar a propagação do fogo e da fumaça por um período determinado, as portas corta-fogo contribuem significativamente para a contenção de incêndios.

As portas corta-fogo e a NBR

Estrategicamente instaladas em pontos de entrada e saída dentro do estabelecimento, essas portas devem atender aos padrões de segurança, como os estabelecidos pela NBR 11742.

Um aspecto notável é a capacidade dessas portas se fecharem automaticamente ao detectar um incêndio no prédio, tornando-as um componente chave no sistema de proteção.

A porta corta fogo é mencionada na NR 23, uma norma que aborda diversos aspectos relacionados à prevenção e combate a incêndios.

Para saber mais sobre essa norma, continue a leitura!

 

Leia também: O que é uma porta corta fogo e quais são os tipos?

O que é a NR-23?

O que é a NR-23?

A Norma Regulamentadora nº 23, conhecida como NR-23, foi criada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) com o propósito de definir as medidas de proteção e combate a incêndios que as empresas devem adotar em todas as circunstâncias.

Essa norma detalha procedimentos e informações relacionados aos cuidados preventivos, orientações sobre como agir em casos de incêndio e indicações práticas para evacuação.

Além da NR-23, existem outras normas estaduais e técnicas mais específicas, as quais veremos mais abaixo.

Por enquanto, veja as abrangências da NR-23:

  • Proteção contra incêndios: incluindo o uso de equipamentos apropriados para prevenção;
  • Saídas de emergência: com diretrizes para a evacuação rápida dos funcionários e ocupantes;
  • Equipamentos de combate: destacando a necessidade de utilizar dispositivos adequados para conter incêndios no estágio inicial;
  • Treinamento de incêndio: fornecendo informações sobre a capacitação adequada do pessoal para a utilização correta dos equipamentos.

Atualizada em 2022, esta norma exige que as empresas estejam atentas à conformidade para garantir uma proteção eficaz, evitando problemas legais e de fiscalização.

As empresas que desejam se adequar às normas e ficarem seguras, devem elaborar um Plano de Prevenção e Combate a Incêndio.

Leis e normas para prevenção e combate a incêndios

Cada edificação requer o desenvolvimento de um plano de segurança personalizado, levando em consideração as características do prédio, sua finalidade e a quantidade de pessoas que farão uso do local.

Os municípios e estados possuem legislações próprias, além de normas e instruções técnicas estabelecidas pelos Corpos de Bombeiros locais.

No entanto, existem leis federais que estabelecem diretrizes gerais para a prevenção e combate a incêndios. Aqui estão algumas delas:

Leis sobre combate a incêndios

  • Lei Federal nº 9.605/1998 – Lei de Crimes Ambientais: Esta lei trata de crimes ambientais, incluindo incêndios em florestas e outras formas de destruição da vegetação.
  • Norma Regulamentadora NR-23: Estabelece medidas de controle de riscos de incêndio nos locais de trabalho.
  • Lei Estadual ou Municipal de Prevenção e Combate a Incêndios: Cada estado ou município pode ter sua própria legislação relacionada à prevenção e combate a incêndios, muitas vezes determinando requisitos específicos para diferentes tipos de edificações.
  • Código de Segurança Contra Incêndio e Pânico (COSCIP): Alguns estados brasileiros possuem um código específico que estabelece normas e requisitos para a segurança contra incêndios, como o COSCIP em São Paulo.

NBRs sobre o combate a incêndios

NBRs sobre o combate a incêndios

  • NBR 5667 – Sistema de hidrantes;
  • NBR 9077 – Saídas de emergência em edificações;
  • NBR 10897 – Proteção contra incêndio por chuveiro automático;
  • NBR 10898 – Sistemas de iluminação de emergência;
  • NBR 11715 – Extintores de incêndio;
  • NBR 11742 – Portas corta-fogo para saída de emergência;
  • NBR 11785 – Barra antipânico;
  • NBR 12615 – Sistema de combate a incêndio por espuma;
  • NBR 12692 – Inspeção, manutenção e recarga em extintores de incêndio;
  • NBR 12693 – Sistemas de proteção por extintores de incêndio;
  • NBR 13434 – Sinalização de segurança contra incêndio e pânico;
  • NBR 13714 – Sistemas de hidrantes e de mangotinhos para combate a incêndio;
  • NBR 14276 – Brigada de incêndio;
  • NBR 17240 – Sistema de detecção e alarme automáticos de incêndio.

Essas normas de segurança também preveem a realização de manutenções mensais e semestrais nos equipamentos e acessórios, garantindo sua eficácia contínua.

 

Leia também: Manutenção Preventiva para Incêndios

Conclusão sobre as normas regulamentadoras de combate a incêndio

Após a elaboração de um planejamento detalhado e a instalação dos sistemas apropriados, é recomendado pelo Corpo de Bombeiros a realização de uma simulação de incêndio.

Esse treinamento visa familiarizar os funcionários e visitantes com os procedimentos necessários, capacitando-os a agir com eficácia em situações de emergência.

Além disso, os equipamentos e sistemas de prevenção devem ser fabricados em conformidade com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

 

A empresa de portas corta-fogo, SCALA SCI, realiza testes em conformidade com as exigências da NBR 11742, e segue os procedimentos estabelecidos pela NBR 6479.

Entre em contato conosco para garantir que suas portas corta-fogo estejam em total conformidade com as normas e requisitos legais, evitando possíveis penalidades.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *